Manif económica

(Bom, isto era para ser um comentário – gémeo🙂 – ao post  “manif e economia” do Pedro Pita Barros, mas tornou-se afinal um comentário em forma de post… )

Caro Pedro e pacientes visitantes,

A versão original deste texto tinha um erro absurdo!  Faço-lhe um corte radical e deixo apenas meia ideia… 🙂

O sentimento de injustiça que o anúncio destas medidas criou só trará dificuldades ao diálogo futuro se as futuras medidas continuarem a criar esse sentimento e teimarem em ser injustas.

Mesmo que um modelo económico ou determinado estudo indique dado resultado, é preciso cuidar de saber se isso pode ou deve ser “verdade” , ou é aceitável, no nosso mundo, no nosso país… no mundo que queremos e no país que queremos. “Manif económica”, portanto…

Não há pais sem gente dentro.

Um abraço

 

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

6 respostas a Manif económica

  1. anónimo diz:

    o “Capital Natural” parece-me ser o tal “petrólio no beato” livra-me de ver o território desta Nação também vitima da especulação dos mercados financeiros.

  2. De acordo Daniel. De nada nos serve aumentar a produtividade se, para isso, anularmos a produção. É como querer exponenciar o zero!

  3. Pedro Pinheiro diz:

    A diminuição da TSU devia ser apenas para o sector transacionáveis, contudo proibido pela União Europeia, era contra a nossa participação no mercado unico europeu. Era uma forma de taxar as importações e subsidiar as importações. Mas os efeitos eram bem mais relevantes, e indiscutivelmente a melhor solução.

  4. Pedro Pinheiro diz:

    Errata: onde lê subsidiar as importações substituir por subsidiar as exportações.

  5. Então, e ficamos sem saber qual era o erro? Eu li e não notei nada…🙂

    Acho que um desafio interessante seria procurarmos encontrar um conjunto de medidas melhor, e claramente diferente, das que o Governo quer levar avante.

    Abraço

  6. Jorge Bravo diz:

    CRIOU!

Os comentários estão fechados.